sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

A viagem continua em 2011

momentos deste ano que, por si só, são especiais, mas há aqueles que por tão diferentes terem sido marcarão toda a minha vida.

pessoas deste ano, que caminharão sempre a meu lado e eu ao lado delas.

pessoas de há muitos anos ... que nunca deixaram de fazer caminho comigo, este ano foi prova disso mesmo.

Há a família que me acolhe e lança, a família que me protege e mostra que o futuro é "a" esperança e o presente a dádiva mais profunda de AMOR na minha vida.

expressões faciais, deste ano que nunca irei esquecer... revelam de forma tão clara os sentimentos das pessoas da minha vida e os meus também.
São seus exemplos as expressões de tristeza, as de espanto, de dúvida, de alegria, as de ansiedade e da angústia da "espera", há as lágrimas, os olhares, as cumplicidades, os abraços e os sorrisos que se repetem vezes sem conta na minha cabeça ... todo este cocktail faz parte de mim e foi muito importante para repensar o meu caminho e definir novas prioridades na minha vida, acima de tudo, estou certa me farão uma pessoa melhor.

O ano 2010 foi um ano repleto de novidades, desafios, decisões, emoções, pessoas e alegrias. Também houve momentos menos bons? Claro que sim, mas esses foram os que tornaram todo o resto mais importante e especial.

E que esperar de 2011? ... Não esperar nada de especial, apenas continuar a sonhar e a viver os sonhos... continuar a fazer escolhas e a tomar decisões ... continuar à procura de ser feliz e viver o agora como um "presente".

A todos o meu muito obrigada ... a viagem continua em 2011.
Até para o ano ... e que seja fantástico para todos ;)

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Feito pelo meu sobrinho ... FELIZ NATAL

Neste dias os votos repetem-se, mas os melhores presentes são estes ... e vêm da presença das crianças da nossa vida.


FELIZ NATAL para todos os que acompanham este nosso blog.


Até já!

sábado, 18 de dezembro de 2010

Festas de Natal

No final de uma 6ª feira com 8 festas de Natal, o que fica? ... A alegria das crianças, o orgulho dos pais e a sensação de contribuir positivamente na educação dos alunos, por parte dos professores.

Ficaram bem evidentes os laços entre todos e o quão importante era, para cada criança, ter alguém da sua família assistir à "sua" festa de Natal.
Bonito .... gostei!

NATAL = ALEGRIA


Até já!

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Presépio


Num presépio há "figuras" que não podem faltar, tais como o MENINO JESUS, que simboliza a esperança e a luz das nossas vidas; MARIA, com um olhar e gesto maternal, revelador de um amor imenso, e S. JOSÉ, pai a "pedido", de grande generosidade, desprendimento material e conhecedor da expressão "acolher" ... por isso, todos os anos temos a necessidade de fazer o nosso presépio, para nos recordarmos destes valores e nos revermos nesta família, em momento tão especial.

Depois há as outras "figuras", todas aquelas que, por respeito, confiança e amizade conquistaram um lugar no presépio, sejam os Reis Magos, os Pastores a Lavadeira ... e muitos mais, são os amigos que são convidados a partilhar desta família e deste momento.

Bonito este conceito ... fazer da nossa vida um presépio de valores, laços, esperança e de muito amor. Será um conceito ou um desafio para todos os dias da nossa vida?

E quando oferecemos um presépio a um amigo? É um convite a entrar na "sua casa" e a fazer parte do seu NATAL!
E quando esse presépio é de barro? Talvez seja para lhes lembrar que a vida é o que nós fizermos dela, será o que nós moldarmos.
E quando houver uma estrela no presépio? ... É o caminho que decidimos seguir e por isso um convite a SER FELIZ e fazer das nossas vidas uma EXPERIÊNCIA DE AMOR:

Até já!... colocar esse presépio na tua árvore de Natal é um privilégio ;)

domingo, 5 de dezembro de 2010

Que presente ...?

Neste Natal que presente gostarias de oferecer? ... Uma condição, não pode dar para embrulhar.
Desafio lançado a pequenos de palmo e meio e a todos os que visitam este espaço, que tem andado meio adormecido.
Até já!

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Advento



A palavra latina adventus significa vinda. Utilizava-se para falar da chegada solene de alguma personalidade importante... Os cristãos esperavam a chegada do seu Salvador, Jesus Cristo... é por isso um tempo de espera, de escuta e de esperança.

Até já!...

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

"A" fome

Já comeste sem ter fome? ...
Comeste, simplesmente, porque te ofereceram e ... soube bem? Afinal tinhas fome e não sabias!

É essa a sensação com que estou no final desta semana.

Anda aí muita gente que precisa ser alimentada, ... um alimento que torne as pessoas mais fortes e resistentes aos dissabores da vida. Um alimento cheio de "vitaminas" e "proteínas", das boas, pois isto de só comer "Hidratos de Carbono", que faz crescer depressa, não é muito "saudável".

Mas que adultos estamos a forçar crescer no corpo de uma criança? Por este andar, nunca o deixará de ser (criança), só porque é urgente "TER" e não investir no "SER", este "SER" chama-se "FUTURO" ...

Preocupante ... quantas crianças estão "sedentas" de atenção, de falar nas coisas, por mais banais que possam parecer? ... quantas não sabem que regras e respeito se misturam? ... quantas nunca foram alimentadas por um "abraço" ... quantas vivem no escuro, sem sequer imaginar que as suas vidas estão cheias de luz e alegria? ... quantas são ignoradas em casa, pela a familia, e tentam dar nas vistas quando estão escola e no meio dos amigos? ... quantas se perdem por nunca terem ouvido e sentido o AMOR? .... simplesmente se ficaram p'la "fome".

São os filhos sem pais, porque são eternos ausentes, e enteados de um sistema de numeros em que os valores Humanos não são o importante. Crescem na pressa dos números ... qualidade, é coisa que não importa, são "processados" para funcionar e não para pensar.

Os valores Cristãos só "o" são de facto se, ao longo das nossas vidas, viver-mos os valores Humanos neles presentes ... e estes são universais.

Até já! ... (É bom lembrar os que, tendo fome, têm sido alimentados, ... também os há!)

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Estranha vida ... esta


Estranha vida, esta ... a que dá voltas e voltas, nunca sabendo onde vai terminar a volta.

Regressar à escola ... mas agora do outro lado.

Estranhas voltas que a vida dá ou que nós lhe damos.

Estranhas vidas nas voltas que dão...

O desafio começou, encaro-o como uma missão, onde depositarei o que de melhor há em mim, em que procurarei fazer um caminho de descobertas e de aprendizagem ... onde partilharei uma vida "cool", que merece ser vivida dentro de valores Humanos preciosos.
Neste projecto, que não sinto ser só meu, colocarei AMOR em tudo o que fizer, o que me ajudará a levar para a frente cada momento.

A maior responsabilidade não é "dar mais" a cada criança, mas ... "mostrar-lhes o melhor da vida" e que esse "melhor" passe a fazer parte da sua identidade, tornando-os pessoas generosas e grandes de coração.

Até já!

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Marcha à frente (cont. dia 27 set)


Uma árvore é podada para que dê bom fruto, ... "se o grão de trigo, lançado à terra, não morrer, fica ele só; mas se morrer dá muito fruto...", são estas palavras ligadas à terra, ao sofrimento, à generosidade, reveladoras do que o amor pode fazer.

Não podemos olhar em demasia para trás, o tempo que nos "resta" é para a frente.
Alguém me disse, nestes dias, o "futuro resolve-se".

Quantas vezes a nossa vida, as nossas relações, as nossas coisas ... estão em "coma"? Em primeiro lugar devemos estabilizar os sinais vitais e depois restabelecer a linha da vida/ do coração. Temos que ser mais exigentes, não querer viver o mesmo, mas diferente e melhor, mais forte, ... recomeçar não é problema, até pode ser solução, este recomeço implica confiança e acreditar que as pessoas certas nos acompanharão nesse "processo".

"Porque será que teimamos olhar para trás, para ver o que perdemos, e não olhamos em frente para ver o que podemos ganhar." (Incubus. Drive)


Até já!

domingo, 31 de outubro de 2010

As verdadeiras tretas da madrinha

Antes de desligar o meu antigo telemóvel, recuperei algumas sms escritas por mim... Até já!

"Se encontrar-mos um momento de Paz, não ficamos em Paz, mas encontramos razões para A continuar a procurar."


"Na vida somos culpados de tudo o que fizermos mal, mas nunca ninguém nos apontará o dedo, nem nós próprios, por tudo o que procuramos fazer bem, mesmo que o resultado não seja o que desejamos."


"Para que um sonho se realize é preciso, pelo menos, 3 coisas: em 1º lugar SONHAR, em 2º tudo fazer para concretizar o sonho, e por ultimo, SONHAR DE NOVO, pois onde acaba um sonho, começa outro."


"Há momentos que doem muito, mas essa dor apazigua-se no tempo, através das recordações, que fazem sentir as pessoas vivas em nós."


"Ser forte não significa fechar no coração aquilo que nos deixa triste, mas sim abri-lo e seguir em frente."


"É importante dedicares algum tempo da tua semana: a ti, pois só assim vais saber o que vai mudando na tua vida; a Deus, para perceberes o que Ele deseja para ti; e aos outros, para que possas partilhar dos seus caminhos."


"Há 2 erros que cometemos com muita frequência, ou nos centramos demasiado em nós, ou nos distanciamos muito de nós próprios. Talvez o ideal seja: em 1º lugar centrar-mo-nos em nós, para acertar as pontas soltas, e só depois ... devolver ao exterior o que de melhor descobrimos neste processo."

Até já!

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Até podia ser um anuncio numa farmácia


Conheces o "amigo antidepressivo"?

Tem efeito imediato, tomar quantas vezes for necessário. Como efeitos secundários são conhecidas a perda de voz (de tanto falar) e o aparecimento de dores faciais (de tanto rir). Sem prescrição médica.

Vá à farmácia mais próxima e adquira uma amostra grátis. Nunca saberá quem vai encontrar no expositor...

... no final da "toma"...

A farmácia agradece por ter seguido a medicação com tanto rigor, esperamos que tenha sortido o efeito pretendido, ... um sorriso e muita amizade. VOLTE SEMPRE!...


Até já

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Play da vida

E há dias assim, em que , por mais palavras que se juntem, não parecem fazer sentido.
Percebi a minha vida como uma "cassete" e o leitor de cassetes como os dias que vou vivendo.
Reparei nos botões, que o referido aparelho tem, e faz todo o sentido. Eu imponho a mim mesma, à minha vida, um: STOP; PAUSE; REC; AVANÇAR; RECUAR e o PLAY.
STOP- por vezes sinto a necessidade de parar a cassete e simplesmente a mudar, mas se o fizer, talvez deixe de viver a "minha"vida e o que me está "destinado";
PAUSE- mas nem sempre a mudo, algumas vezes só a deixo em "standby", como que se a minha vida ficasse em suspenso no tempo e todas as coisas que vivi não importassem, só aquele momento que fez a minha vida ficar "pendente";
REC- depois há aquelas situações que acontecem, boas e menos boas, e ficam gravadas para sempre na minha memória e no meu coração, sendo responsáveis por uma mudança do que vai ficar escrito no resto da cassete ... inevitável;
AVANÇAR e RECUAR - claro que muitas vezes há os "e se", quando ando para tras com a cassete tento perceber o que fiz de bem ou menos bem, já quando a avanço tento projectar os meus sonhos, o que é atingivel, ponderando os riscos das decisões que possa vir a tomar.
PLAY - este é o botão chave, o "play da vida", sem dúvida que tudo acontece por uma razão, que estou no sitio certo, com as pessoas certas, na hora certa, ... é neste play que devo insistir, vivendo cada dia como uma prenda e uma oportunidade de Amar e fazer coisas que me façam feliz.
Julgo que todos estes botões são importantes e necessários, todos esses momentos de paragem, avanço, recuo, ... ajudam a perceber-me melhor como pessoa e a fazer descobertas interiores extraordinárias. As paragens podem interromper o meu caminho, mas quando o retomo, certamente estarei mais forte e preparada para viver o que a vida me vai oferecer.
Até já!


domingo, 24 de outubro de 2010

Ao longo destes dias

Ao longo destes dias tenho recordado imagens extraordinárias.
Ao longo destes dias tenho estado com pessoas maravilhosas e que me fazem sentir mais segura.
Ao longo destes dias tenho sorrido e chorado.
Ao longo destes dias tornei-me tão pequena, mas "algo grande" me ajuda a caminhar.
Ao longo destes dias tenho sido empurrada para seguir em frente sem medo de viver.
Ao longo destes dias tenho sido abraçada com tanta generosidade.
Ao longo destes dias tenho-me sentido Instrumento de Deus e vejo os outros, da minha vida, como ferramentas que tocam e fazem bater o meu coração.
Ao longo destes dias tenho vivido momentos de uma gigantesca unidade.
Ao longo destes dias tenho percebido que Deus tem maneiras únicas de nos acolher e de Se fazer sentir.
Ao longo destes dias não sinto saber qual o meu lugar, mas entendo que estou no sitio certo.
Ao longo destes dias reforço o pensar que o DIA DE HOJE é o mais importante das nossas vidas.
Ao longo destes dias o estar com pessoas que nos fazem sentir bem, passou a ser uma prioridade.
Se, antes do menos bom, vivemos momentos lindos, devemos recordá-los, ... devemos centrar a nossa memória no que nos faz sorrir e nunca apagar esses pensamentos, só assim o que deve ser esquecido se perderá no tempo.
Ao longo destes dias tenho percebido uma expressão que li em tempos: "Quando sentimos apenas as nossas perdas, tudo aquilo que nos rodeia nos fala delas.", assim, para seguir caminho há que sentir as coisas boas que nos acontecem.
Ao longo destes dias retenho: "... Uma amiga preparou-nos um sábado fantástico, mas foi Deus quem nos proporcionou o dia de Domingo e, apesar de tudo, também foi um dia cheio de beleza..."
Até Já!

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

SOMOS UM



"Ao passar a vida, eu sei/ Que nem tudo vai ser como sonhei
Ter caminho p’ra fazer / E um Plano, sem saber ser "Mais alguém”.

E vais ver, vais sentir, não precisas desistir/ Quando a Vida te pára e diz “Não!"
Pois Eu estou junto a ti, dou-te a Força que há em Mim / Tu és mais do que "um só”: somos Um!

SOMOS UM, SOMOS UM (eu e tu)... SOMOS UM
SOMOS UM, SOMOS UM (eu e tu)... SOMOS UM

Posso ser igual a mim / Ou terei de desistir de ser assim?
Confiar no coração? / Ou no Plano que Deus tem para mim?

Mesmo os que aqui não estão, de ti esperam, com razão / Teu Rumo tu estás a traçar
Seres alguém, seres Feliz, porque "Alguém” assim o quis / Seres um “mais” para ti: somos Um!

SOMOS UM…

Somos Um, Eu e Tu, como a Terra e o Céu / Unidos pelo mesmo Sol
E de ti vais colher o Orgulho de crescer... / E sorrires quando vires que somos......UM!"

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Filme "DO BARCO COM AMOR"


Nestes dias, sem dar por ela, fiquei com a sensação de ter entrado numa sala de cinema. Inicialmente o filme parecia ser de animação ... tinha um conjunto de actores únicos e fantásticos, a história passava-se numa montanha em que as personagens viviam momentos de grande alegria, descontracção, com caminhadas à mistura, andares novos por causa de passeios a cavalo, de uns quantas macacos humanos a trepar árvores e a testar acrobacias inimitáveis. No final do dia surgem novas personagens, mas as cenas repetem-se: sorrisos, brincadeiras, abraços, momentos de partilha e de silêncio fantásticos.

Quando as cenas do filme descem da montanha para o rio, e quando pareciam ser a continuação de uma história cheia de graça, há um momento ... há um grito ... há um impulso de AMOR, como nenhum dos vinte e qualquer coisa actores tinha presenciado.
Alguém muda o guião e de um salto surge um aperto a todos os que assistiam a esta cena ... o ambiente ficou gelado ... e quando parecia que se queria recuperar uma filha, mais uma vez o guião muda ... é o PAI que precisa ser roubado das águas ... será um momento para recordar... não pelo drama, mas por alguém se ter desprendido tão generosamente da vida para recuperar uma filha, sem dúvida: "Do barco com amor"... entretanto o rio devolve o que não lhe pertence e ele pode seguir viagem e parte , em PAZ, para um lugar melhor (é o que sinto daquilo que vejo em cada imagem que recordo), numa viagem com ida, sem volta ... mentira, pois este filme terá continuidade, pois se se PERDEU UM GRANDE HOMEM NA TERRA, GANHOU-SE UM ANJO, E DOS BONS, NO CÉU... OBRIGADA
Todos os actores desse filme saíram do barco e continuaram as suas vidas, mas nunca iguais ... o que sentiram ao viver estes momentos, transformou-os e percebeu-se que o facto de estarem unidos lhes vai permitir viver outras histórias ... com final mais feliz.
Quanto às 3 princesas?! ... Juntas e com muitos amigos unidos a elas, ultrapassarão obstáculo a obstáculo, em próximos episódios.
Até sempre ... e obrigada pelas tuas ultimas palavras que transmitiam tanta, mas tanta alegria.

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Milagres ...


Os milagres da vida não são o mal passar a bem, o impossível transformar-se em possível, ou curar o que é incurável, ... é muito mais que isso... são transformações, mudanças de vida e de atitude, que têm que começar de dentro para fora.

"O ficar curado", é viver em plenitude! É o desprendimento das banalidades e o redireccionar os nossos projectos e o nosso coração para algo que nos traga a verdadeira felicidade.

"O Cego que passa a ver", é o olhar mais fundo para o que a vida nos oferece,... lembrando o quanto somos selectivos no que vemos, observando só o que queremos e de forma muito superficial. Por vezes, é necessário contemplar para se poder ter uma imagem nova e melhor do que há dentro de nós e à nossa volta.

"O morto que vive", é o passar à acção e o cuidar-se,... é o deixar de ser passivo e dedicar a nossa energia a uma única opção ... a de estar em paz, mas com muita alegria.

As palavras e os pensamentos são milagres? ... Podem ser, se forem o ponto de partida para alterações profundas e enriquecedoras.

Até já!...

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

I Still Haven't Found What I'm Looking For



Será que já encontrei aquilo que procurava?...
Será que procuro o que é mais certo para mim? ...

Este concerto marcou o fim de um ciclo e o inicio de outro ... é o virar de página de mais um ciclo de 6 anos. Nem a propósito, a minha vida deu uma volta de "360º".

Até já!

domingo, 3 de outubro de 2010

Um amigo


Hoje tenho um amigo que celebra uma data muito especial...

É esse amigo uma pessoa especial? ... Não! ... Ele é pilar na minha vida, por isso "especial" é pouco para o descrever, é muito mais que isso ... é o amigo que caminha lado a lado, que ensina a sorrir, que cresce e ajuda a crescer, é o amigo que se Ama; é o amigo que abraça, é o amigo que escuta e fala tão do coração, é o amigo das pequenas coisas e dos grandes gestos, é o amigo dos detalhes e das coisas simples, com um olhar que diz tanto, é o amigo que brinca mas que é tão sensato nas suas palavras, é aquele amigo que não precisa de estar para se sentir presente e que é muito cumplice ... é o irmão que faz parte de mim.
Para ti uma flor é pouco, um jardim não é nada ... mas uma semente é suficiente, pelo muito que vais fazer com ela, pois só tu a saberás cuidar e fazer crescer de forma tão generosa e tão única.
PARABÉNS ... e até já!

sábado, 25 de setembro de 2010

Ponei e amigos

Podem perguntar o que têm em comum os seguintes ingredientes: 1 Ponei + 2 policias + 1 carro da policia + 1 coleira de "caniche"?

Numa bela manhã de sábado, algures num bairro de Viseu, nas janelas de todos os prédios avistava-se uma imagem algo cómica: um policia, com 1 coleira de caniche a encaminhar um ponei para um sitio seguro, com escolta policial. Devo ainda informar que, o dito policia, guardava uma margem de segurança significativa, não fosse o bicho virar uma fera.
Há manhas assim, ... um ponei perdido é encaminhado em segurança para casa.

(imagem de fraca qualidade, mas a possivel)
Até já!

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Marcha à frente


Quanto mais penso nos meus dias e do que faço deles, mais valor dou às pessoas e aos momentos (a todos).

Tenho aprendido a não valorizar o que deixei de fazer ou de viver, seja qual for o motivo, mas a realçar cada oportunidade aproveitada, cada instante ganho e revejo muitos dos que partilharam comigo o caminho e o tornaram inesquecível... e depois... depois, há o HOJE ... momento único e especial, porque só eu vou poder escolher como e com quem o vou viver.

Claro que, no HOJE, há "ventos" que não controlamos, os quais podem ser portadores de coisas boas ou menos boas, seja como for, voltar atrás não é permitido, esta regra não funciona, a nossa vida só tem "Marcha à frente".

Muitas vezes sentimos necessidade de acelerar e queremos viver tudo muito rápido.
Será uma boa estratégia ter pressa para VIVER? E para ser FELIZES?
Bem, é costume dizer-se que "Depressa e bem, não há quem"... e que a pressa é inimiga da perfeição, já nós sabemos. Também me parece bem claro que ninguém alcança a perfeição só atinge um estado de equilíbrio entre a Razão e a Emoção

Ser exigentes com o que desejamos para nós é um bom ponto de partida...
(continua, um dias destes, num post nas tretas da madrinha)

Até já!...

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Um dia ...


" Um dia vou parar ... só para poder continuar!"

É tempo de decidir ... mais uma vez!

Até já!

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Paz interior


É bom quando se deseja a PAZ interior... mesmo sabendo que, para se conseguir essa PAZ, se tenha que começar por desarrumar tudo.

Para pôr uma "casa" em ordem temos, em primeiro lugar, que a colocar em estado de sitio, temos que a deixar de pantanas. Durante a arrumação vamos encontrar coisas que nem sabiamos existirem em nós, depois ... temos de saber escolher o olhar que vamos usar em todo este percurso e daqui para a frente.


Até já!

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Plano "B"

Quantas vezes os nossos planos não correm como o desejamos?! ... Andamos às voltas, empenhamo-nos ao máximo,... tudo fazemos para concretizar o que achamos ser o melhor para nós ... mas ... ora se fecha uma porta, ora parace que ficamos completamente sem chão e todo aquele esforço parece ter sido em vão. Começamos logo a pensar no "Plano B" e na solução que vamos dar à nova situação em que nos encontramos.
Em primeiro lugar, quando uma porta se fecha, ... logo ao lado se está a abrir uma janela, no entanto, temos de ter cuidado, pois podemos estar demasiado centrados no que perdemos que não vemos o que podemos ganhar com essa nova oportunidade, por mais pequena que seja.
Depois ....bem, depois ... como podemos ter a certeza que o 1º plano, o que "falha", não é o plano B e o que agora vamos começar será, esse sim, o "Plano A"? - Importante se torna, não os planos, mas a vontade de encontrar projectos que estejam destinados a cada um e tudo fazer para os concretizar.
Até já!...

domingo, 5 de setembro de 2010

sábado, 28 de agosto de 2010

Tele"tempo"

De impressionante não tem nada ... mas dá que pensar.

Cheguei à conclusão que, em média, em 365 dias estou 10 ao telemóvel ... (e eu que costumo ser bem breve nas chamadas que faço) ... não contabilizando as milhares de sms que envio e recebo.

O dito objecto tornou-se muito imprescindivel para nós, passamos muito do nosso tempo agarrados a ele e dele fazemos depender uma data de acções e de tomadas de decisão, estamos sempre à espera que toque e que traga uma boa nova ... muitas vezes evita-nos troca de olhares constrangedores, ... quando estamos sozinhos num café ou num dentista, damos connosco a observar o seu ecran, como se estivessemos a tratar de algo muito importante... as suas teclas evitam-nos umas quantas deslocações e até desencontros... Quando ficamos sem rede, parece que ficamos sem chão, como se a nossa vida dependesse daquela máquina.

Mas ... há sempre um "mas"... vivemos num momento do Tele"tempo", as novas tecnologias levam-nos ao "colo", fomos plenamente conquistados por elas, ... se por um lado tornam o "tempo" mais curto e as distâncias geográficas deixaram de existir, por outro, podem transformar as nossas conversas em momentos menos valiosos e mais impessoais... quantas vezes não mandamos uma sms para dar os parabéns a um amigo?... Onde está o abraço, a troca de olhar, a risada ... ?

Comunicar não passa só pelas palavras ... vai bem mais além, nas nossas expressões faciais e corporais, na partilha de olhares, nos gestos, na forma tensa ou descontraida como nos encontramos ... até a roupa que vestimos pode "denunciar" muitas das palavras que nunca se dizem.

Até já! ... (Expressão publicitária utilizada por um operador móvel. Identifico-me com ela por achar que nunca há uma despedida definitiva.)

domingo, 22 de agosto de 2010

Estrelas no Céu

Vim para casa ... tomei um banho ...perdi o sono ... e comecei a rever as imagens das minhas últimas 48 horas ... nesse pensar vi pessoas, gestos, momentos e recordações ... fui mais além e criei novas memórias no meu coração.
Depois de um fim de semana tão intenso, só me apetecia continuar a vivê-lo, ... mas as regras não são essas.
Neste post cada estrela tem um nome e cada constelação uma recordação ...

PORQUE NÃO TEM O CÉU SÓ UMA ESTRELA? ... MESMO QUE ELA SEJA MUITO BRILHANTE?
Porque essa estrela se iria sentir muito sozinha!
Porque uma pequena luz, de muitas estrelas, torna o céu cheio de significados e mais iluminado de sentido!
Porque juntas partilham e formam constelações, que nos permitem ler mais além!
Só assim se pode "perder" uma estrela (cadente), de vez em quando, e o céu mantém a mesma beleza! ...Talvez não se perca, mas apenas mude de lugar e procure estar um pouco a sós com o seu universo, o seu "coração".
...
Quando surge uma nova estrela o céu acolhe-a com um belo luar, e deixa que se misture na plenitude de todas as outras, passando a ser "UM".
Este fim de semana, na minha cidade, o céu esteve tão cheio das mais belas estrelas do meu universo ... a recordar outros "céus"!
Até já!

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Uma noite ...


Esta noite é sempre uma noite solitária... sinto-me num jardim! Parece que o Jardineiro cuida de cada flor, uma a uma, por tão única ser.

Não sou eu que toco a cruz, é Ela que vem ao meu encontro e me abraça ...

Até já!

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

E se...


E se acordasses sabendo que só tinhas 24h de vida?...

Estou certa que farias tudo diferente do que costumas fazer...

Procurarias todas as pessoas que te são especiais e davas-lhes um abraço com tanta, mas tanta força ... dirias aquilo que sentes, com a maior das franquezas, sem medo de magoar, pois só irias dizer as coisas importantes, já que 1 minuto de palavras, em 24h de vida, são muito valiosos.


Quem sabe mandarias um mail para o teu chefe e lhe dirias o que estava entalado na garganta, apenas lhe sugerindo que mudasse algumas atitudes profissionais, para que as pessoas se sentissem melhor no seu trabalho... aos teus colegas, apenas ligarias, pois não irias perder nem mais 1 segundo a fazer aquele caminho.


Estou certa que só te lembrarias das coisas boas que cada pessoa te tinha proporcionado e que não terias tempo para te lembrar das parvoices que te afastam dos outros... recordarias os locais mais belos por onde passaste e algumas das risadas que partilhaste.


Se calhar comias o teu prato favorito, acompanhado de algumas das pessoas que te são mais próximas, e caminharias à beira da praia... talvez fosses ao alto do monte e gritasses, bem alto, palavras que te vinham do coração... quem sabe farias, em poucos minutos, algo de que tivesses medo toda a tua vida.
Não hesitarias ouvir a tua música favorita ... talvez escrevesses uma carta, não de despedida, mas valorizando o que de melhor a vida te ofereceu, para que todos soubessem o quanto foste feliz e o quanto eles contribuiram para isso ... e quando último grão caísse, adormecerias a olhar para o céu, cansado, mas na maior das tranquilidades porque viveste esse dia com grande intensidade e pela positiva.


E se tentassemos viver "estas 24h" na vida que nos é oferecida, sejam horas, dias ou anos ...


E se 70 anos de vida fossem 70 dias... e se cada dia tivesse 1h ... e se vivesses cada hora com muito amor .... cada minuto seria precioso ... e todo o segundo contaria, pois saberias que um dia o relógio pára de contar ... e que ninguém te vai avisar.





Até já!... Ainda bem que não sabemos o quando...

terça-feira, 17 de agosto de 2010

A propósito de: Pais e filhos

"Apesar de assumirem todas as necessidades materiais, muitos pais podem arriscar-se a ser grandes ausentes. Referindo-se à parábola do filho pródigo, um jovem nova iorquino afirmava: " na minha família, não foi o filho que partiu, o pai é que nos deixou"..." (fonte: uma amiga)
O maior problema social da actualidade é: "pais ausentes".

Há muito filho órfão de pai, mesmo entrando todos os dias um cavalheiro lá por casa, ... a esses filhos falta a proximidade, a cumplicidade, a intimidade, a disponibilidade, a ligação, ... que só uma relação que é alimentada diariamente tem. E depois há aqueles srs., que se chamam pais, que nem se dão conta que têm um filho à espera em casa todos os dias.... será à espera ou à procura? Procura de descobrir coisas novas, brincar, crescer, conversar, de ouvir o raspanete certo/ na hora certa ... ou simplesmente à procura do olhar e imitar os seus gestos e expressões.
Os pais têm uma responsabilidade muito maior do que a de educar ... têm a responsabilidade de crescer JUNTOS com os filhos (e tudo que isso implica).
O distanciamento entre pais e filhos não está relacionado com a localização geográfica. O ter um pai longe geograficamente nada abala a relação pai/ filho se forem criados momentos de "qualidade" entre ambos e se conseguirem manter uma relação de confiança e de grande abertura. O pai presente não é o que está todos os dias, mas sim aquele que se faz sentir presente todos os dias.

Cada vez mais as exigências profissionais colocam-se como uma prioridade para alcançar projectos pessoais que, na generalidade, passam pela vontade de ter mais "coisas" e não para usufruir das ditas "coisas", quem fica a perder? Os filhos que não são acompanhados pelos pais e os pais que só dão conta do tempo que passou depois de os verem, já adultos, com laços muito enfraquecidos... só aí se dão conta de que "aqueles miúdos" cresceram sozinhos.
Lembro que as "coisas" foram criadas para que as pessoas pudessem usufruir delas e não o inverso (as "coisas" usufruírem das pessoas)...
Até já!

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

12 de Maio de 1915 – 16 de Agosto de 2005

"A partida do irmão Roger deixou um grande vazio. A sua morte trágica chocou-nos profundamente. Mas nós, irmãos, também vivemos o período que se seguiu com grande gratidão por tudo o que ele nos deixou. Estas linhas procuram expressar esse reconhecimento, que foi partilhado connosco por uma multidão incalculável de pessoas através do mundo inteiro. Isso apoiou-nos muito. Fomos como que transportados por Deus. E, nesta provação, a nossa pequena Comunidade fez essa experiência de unidade que viveram os primeiros cristãos: ser um só coração e uma só alma.

... Agora a nossa pequena Comunidade sente-se levada a continuar o caminho aberto por ele. É um caminho de confiança. A palavra «confiança» não era para ele uma palavra fácil. Contém um apelo: acolher em grande simplicidade o amor que Deus tem por cada pessoa, viver esse amor e assumir os riscos que isso implica.

Perder essa intuição levaria a impor fardos àqueles que vêm à procura de água viva. A fé nesse amor é uma realidade muito simples, tão simples que todos a poderiam acolher. E essa fé transporta montanhas. Então, apesar do mundo ser frequentemente despedaçado por violências e conflitos, podemos manter sobre ele um olhar de esperança. Irmão Alois" (in site de Taizé)


Até sempre.

domingo, 15 de agosto de 2010

Juntos...




Amizade é sorrir juntos, é chorar juntos, é caminhar juntos, é amar juntos, é crescer juntos, é sofrer juntos, é festejar juntos, é perder juntos, é vencer juntos, lutar juntos ... Deus ofereceu-nos a amizade para não sentirmos a solidão... para a ultrapassar-mos juntos.


Até já! ...

sábado, 14 de agosto de 2010

Amanhecer com as andorinhas ...

Naquela manha de sábado as andorinhas voavam como loucas, em circulos, pareciam desorientadas, mas felizes ... vão-se tocando umas às outras, vão brincando e mostrando as melhores acrobacias.
Lá em baixo os animais, de grande porte, fazem o mesmo de todos os dias, comem, passeiam calmamente e vão olhando à sua volta.
Já cá do cimo da colina se vê, quase se toca ou se sente tocado, o céu muito azul, em que os primeiros raios de sol me acariciam como se da alegria de Deus, por viver mais este dia, se tratasse... é um bom dia especial.
Num simples canteiro vejo uma flor isolada mas que, tal como o sol, irradia uma beleza única que me enche de alegria.
Quem sou? ...
A andorinha que brinca e que toca e é tocada pelas demais amigas? ...
Aquela que faz das rotinas os seus dias e espera que as coisas aconteçam? ...
Ou a flor que oferece na sua beleza a alegria de viver? ...
Quem és?
Até já!

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Não é Deus que faz "funcionar"

Em 365 dias, tirar 7 para ir a Taizé. Porquê? ... Para quê?
Não sei se há resposta.... É como perguntar a um apreciador de arte porque olha tantas vezes para a mesma obra? ... Talvez porque lá vá descobrir, em cada vez que as olha, pequenos novos detalhes que o levam a fazer novas descobertas.

Nos primeiros dias da semana anda-se perdido numa procura, não numa espera, que tudo comece a acontecer rápido, mas não é assim que funciona ... ou melhor, não é Deus que faz funcionar, somos nós, com o nosso querer e desejo de viver esses dias que fazemos as coisas acontecer e descobrimos pequenos novos detalhes... e sentimos mudanças de coração.

Este Deus que se revela pelos outros e pelas experiências partilhadas, enriquece a vida de quem o procura descobrir e conhecer.

Quanto mais vivo esta busca, maior é o desejo de descobrir e encontrar peças novas que me ajudem a completar o puzzle.
É lindo partilhar destes dias com pessoas magnificas, que me ensinam muito da vida e da forma como devo fazer o caminho... cada um, à sua maneira, dá o seu contributo. Bem haja a todos.

Até já.

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Deste ano ... FAZER O OUTRO FELIZ

(foto by papparazi ;) )
Taizé, lugar de passagem ...
Taizé ponto de partida e nunca de chegada ...
Mal chegamos a Taizé, já nos estamos a preparar para partir, ... cada dia vai-nos oferecendo o que vamos precisando, na hora certa, pela pessoa exacta, pelo momento adequado ... Há sempre aquele cantico que mais nos marca, que trazemos na mochila ... como sendo o fio conductor do que vivemos e sentimos nesta semana.
Destes 7 dias fico a rezar: " Let all who are thirsty come ...", É muito do que estes dias seignificaram para mim ... ir a Taizé possibilita saciar a sede de Deus na minha Vida, dando muita paz ao meu coração e vontade de o procurar noutros lugares.
Julgo que ninguém existe para ficar fixa num lugar ... nós somos um ser que não é estático ... o mesmo acontece nas relações, que todos os dias devemos fazer crescer ... agrada-me muito a ideia de FAZER O OUTRO FELIZ de por em prática o verbo DAR-ME, que vem mesmo de dentro de nós e é bem mais exigente.
Se passamos demasiado tempo no mesmo sitio, a normalidade acaba por nos impedir de descobrir novas coisas, é importante circular para podermos ser surpreendidos pelo que está fora de nós e nos convida a perceber novas coisas dentro de nós.
Bem haja a todos os que se cruzaram comigos nestes dias ... os sorrisos, palavras, abraços e brincadeiras tornaram este ano mais um ano de descoberta. Também agradeço aos que fizeram esta viagem no meu coração.
Até já

domingo, 25 de julho de 2010

A vida ...



E porque ando com pouco tempo para escrever, ou pouco inspirada, estou numa de partilhar videos. O de hoje relata a vida de um homem e lembra as pessoas que se cruzaram com ele.

Até já! ... Boas Férias!

quarta-feira, 21 de julho de 2010

segunda-feira, 12 de julho de 2010

sábado, 3 de julho de 2010

Kitt ...


Quem não se lembra do Kitt, O Justiceiro? ... Em versão brasileira, claro.

Eram as histórias de um super carro e do seu ami"gão",... o carro voava, andava sozinho, falava, fazia arrojadas acrobacias ... acho que até cozinhar sabia, era a bimby do passado ;), ou melhor, a bimby está para as cozinhas como o Kitt estava para as estradas ...

Não escrevo para falar do carro, mas da amiga que é muito conhecida por "kitt, kitt ... vem-me pegar", está em Dili há 8 anos e consegui pôr as tretas em dia, com ela, graças às novas tecnologias ... cá era a hora da sesta (16h) e lá era hora de dormir (24h).
Que saudades, ... novos projectos e desafios, mas no essencial está na mesma ... permanece com grande sentido de justiça e com uma imensa simplicidade de coração.
Fizemos um percurso algo comum e bem engraçado, desde as Guias até aos Convivios Fraternos ... o que ficou? As experiências, o carinho, a cumplicidade ... e a amizade.
Foi giro perceber que ela já se tinha lembrado que eu me podia dar bem naquelas bandas ( palavras dela) ... " A Big ia gostar de viver estas experiências ... tinha tudo a ver com ela".
És um espectáculo, ...
Até Jazz!...

Futebol no seu melhor



Não resisti em colocar este video, já que estamos a ser invadidos diariamente por imagens de futebol ... devo avisar que chorei a rir com alguns momentos.

Até já! ... Sempre com fair play

domingo, 27 de junho de 2010

"Flutuo"


Não tenho conselhos, apenas ideias vãs que me fazem pensar e continuar a seguir um caminho que escolho como sendo o meu, ... mas sinto ser acompanhada nesses passo por Deus, e isso é muito bom.

Se tudo na nossa vida fosse fácil, isto não teria graça ... é com as dificuldades que crescemos e nos tornamos pessoas melhores,... é ultrapassando obstáculos e saltando muros que vamos encontrando os caminhos certos, aqueles que estão destinados a serem vividos por nós.

As nossas experiências são o maior construtor da nossa personalidade e identidade, por isso nem tudo é fácil ... nem tudo é impossível ... mais do que "flutuar" temos de nos entregar ao caminho e aos desafios que ele nos coloca, temos de ir à luta... temos de nos implicar nas nossas escolhas.

Se olharmos para uma árvore, ela para dar bons frutos tem de ser regada, podada, tratada, resistir a temporais ... e depois têm de se colher os frutos, caso contrário é uma simples árvore que só serviu para dar sombra.

Assim, se encarar-mos cada caminho que surge como uma proposta e se, depois de o escolhermos, o vivermos como se de uma missão se tratasse,... colheremos belos frutos no futuro, que devemos partilhar.

Quando no lugar de uma resposta surge outra pergunta ... isso é bestial, apesar de cansativo, é bestial, pois só assim deixamos de ser passivos e percebemos o que temos de mudar, interagindo com mais genica naquilo que estamos a viver.

O lugar no universo onde deve haver mais PAZ é no coração de cada um ....

Até já!

sábado, 26 de junho de 2010

ESTADO INSUSTENTÁVEL


O nosso parlamento continua a ser um lugar de espectáculo privilegiado, e um espectáculo bem desagradável e degradante aos olhos de quem paga impostos ao longo de toda a vida e, com dificuldade, vai moldando os projectos pessoais às disponibilidades orçamentais e às subidas e descidas das contas nacionais.

Há quem diga que este país está num "estado" insustentável ... Ou melhor, pela boca de alguns o que se passa no país é insustentável, pela boca de outros não é bem assim, é mais uma crise, que para os nossos bolsos nunca mais passa ... algo me diz que alguém é realista e diz a verdade e outros são "trapaceiros", dão meios recados, dizendo inverdades para iludir este povo de Camões.

De facto o que parece ser insutentável neste país é o ESTADO que o gere e que faz asneiras umas atrás de outras, desde a educação; à justiça; à economia; à saúde; à gestão da "crise social"; ... etc.

Se por um lado os milionários em Portugal aumentaram, por outro as portagens nas SCUTs parecem ser uma realidade que vai puxar pela carteira dos que não estão nesse grupo.

Para quem não sabe, SCUT significa autoestrada SEM CUSTOS PARA O UTILIZADOR ... ora parece que vão ter que mudar a sigla ...

Afinal, quem vai pagar nas SCUTs somos todos porque acabamos por ser todos utilizadores, directa ou indirectamente, uma vez que se não circulamos com os nossos carros nessas autoestradas, os produtos que compramos todos os dias, vão circular ... por isso alguém vai ter que pagar o aumento dos todos os bens, ... não podemos esquecer o aumento de IVA que já lhes foi acrescido no inicio deste mês...

ISTO ESTÁ A FICAR LINDO! Nem os 7 -0 da selecção nacional fizeram abrandar a atenção dos Portugueses para os problemas Reais do nosso país... ainda bem!

Até já ... E nunca desistam de lutar pelo que acreditam! E de ir contra tudo o que é injustiça!

quinta-feira, 10 de junho de 2010

A vida é feita de Caminhos

Ontem tive a possibilidade de ir ao "Arraial dos Marrões"com a organização, de excelência, do CUMN... mas que bela festa e convívio, foi um momento cheio de alegria, sorrisos, bailarico, conversas, sardinha, sangria ... e as amigas dos LD acabadas de chegar dos EE's, com um caminho já mais definido, pelo discernimento vivido desde à quase 8 meses. Ainda tive a possibilidade de estar com a nossa "chefa" P., o Pe. F. e a A..
Foi bom sentir que todas demos um SIM... Se umas perceberam que o seu caminho passava por um SIM para partir, um SIM noutro lugar,... outras percebemos o ficar como um SIM aqui ...
A vida é feita de caminhos, em cada tomada de decisão é-nos dada a possibilidade de recomeçar percorrendo um caminho NOVO... julgo que nunca vamos chegar ao fim da estrada... cada caminho leva-nos a um novo começo.
A propósito destas ideias, descobri um video que me parece resumir o que cada uma vai sentindo e o tipo de caminhos que podem surgir ...
Gostei em particular da ideia de centrar o pensamento, não no caminho, mas na forma COMO o vivemos quando o percorremos, no presente, e o que fazemos dele.
Embora seja sugerida uma fórmula para decidir ... acredito que as decisões passam por Escutar as propostas que vêm do nosso coração e compreender quem nos lança as mesmas ...
Amigas ... os desafios continuam ... e nos caminhos mais sinuosos que possam surgir, estaremos por perto para os ultrapassar.... O Caminho nunca o faremos sozinhas!



Até Já!... (Ficou marcado reencontro com todas no dia 16 Junho, no CUMN. Inclui missa, jantar e muita conversa e muitos sorrisos)

Escutar ...(pelo Irmão Roger)

Irmao Roger: A beleza de ouvir o outro from Taizé on Vimeo.



Até Já!

terça-feira, 1 de junho de 2010

Criança

Nunca nos podemos esquecer de LIBERTAR a criança que há em nós ... eu que o diga! Faz bem, muito bem.
Até já!

domingo, 30 de maio de 2010

Partir ... é como deixar um pouco de nós em outro lugar


Hoje, ao passar pelo facebook, percebi que um dos meus amigos havia perdido alguém... esse alguém tinha escolhido partir.
Há precisamente 1 ano atrás, aquele que era o meu braço direito no trabalho, e um bom amigo, fez a mesma escolha ... decidiu partir, sem razão e justificação aparente. Fiquei zangada com ele, e muito, achei uma atitude muito egoísta ... mas sinto que não foi uma decisão tomada no seu perfeito "estado mental", houve uma "falha de rede", uma avaria no sistema, só pode. Ainda hoje recordo as conversas, os desabafos, a boa disposição e os sorrisos.
Percebi, há algum tempo, que a pergunta da altura: PORQUÊ?, deu lugar a uma outra: PARA QUÊ?...
"Partir, é como deixar um pouco de nós em outro lugar. Ver partir, é como ficar com quem vai para longe, para outro lugar...."
Até já!

EE - 7 dias


Nesta caminhada que foram os LD, recordo que hoje começa 1 semana de EE para alguns dos que viveram esta jornada comigo... estão quase na fase final de discernimento... é o momento de silenciar as palavras e escutar o coração.
É um desafio muito grande ... mesmo, o de parar e simplesmente acolher a voz de Deus no nosso coração, algo que deve acontecer de forma muito atenta.
É imperativo este momento para entender os "recados" de Deus. Recordo que, nos EE que fiz, o que mais me custou foi o evitar os olhares ... aí percebi que os olhos falam.... e muito.
A proposta dos EE é evitar o exterior para encontrar Deus e poder centrar-me no essencial, sendo Ele quem determina o essencial... mais nada!
Discernir é DECIDIR COM JESUS, é saber escutá-Lo! ... O simples desejo de Deus é suficiente, não sou eu que vou ao seu encontro, Ele é que me encontra a mim.
Até já!... permaneço com todos, os que estão nos EE, os que perceberam o seu caminho há mais tempo e os formadores.

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Santo António



Cada dia que passa sou mais devota a Santo António, este Santo não é só casamenteiro, ele permite encontrar objectos perdidos.
Sinto-me uma "embaixadora" das coisas perdidas, não das causas perdidas, cada passo recebo telefonemas para fazer a "oração ao Santo António", para que as coisas apareçam, ainda ontem aconteceu e o telemóvel desaparecido .... apareceu.
Até nas viagens a Taizé os serviços deste Santo são requisitados, mas faz-se a oração na lingua do pais em que estamos, para ter "rede"... o último grande achado foi na Polónia, em que um carapuço de estimação desapareceu numa multidão e no dia seguinte, após uma conversa com o meu Santo Antoninho, descobri o referido carapuço... mesmo à minha frente.

Acho que lhe devo uma Romaria às festas populares de Lisboa, que são em sua honra.
Até já!... (disponível para encontrar o que for preciso ... por enquanto, de borla ;))

sábado, 22 de maio de 2010

A Onda

Passarei este fim de semana longe do mar, mas com pessoas que têm a força de uma onda... não são das que vão e vêm, mas das que vêm e ficam.... também o meu coração estará junto de umas quantas outras que estão longe geograficamente, mas vivem no meu coração.

Até já!

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Beleza


"Fazei coisas belas, acima de tudo tornai as vossas vidas lugares de beleza ..."(Bento XVI)

De facto o maior desafio de cada ser humano é transformar as suas vidas em lugares onde dá gosto estar, respirar e viver, ... nem sempre deixamos que seja fácil, mas é fantástico quando o conseguimos fazer.
Para tornar a minha vida num lugar de beleza não necessito de recorrer a plásticas, cremes de noite/ dia, a lipoaspirações, ou a auspiciosas obras de arte faciais com pozinhos e pinturas milagrosas, que "soam" a falso, apenas tenho que me entregar à vida com grande abertura e disponibilidade para viver cada momento e cada "pessoa" que surge no meu caminho...

Para tornar a minha vida num lugar de beleza tenho que lhe dar cor ... e sou eu que escolho as tintas e os pincéis que vou usar para pintar os meus sonhos, que eram incolores; os meus dias, que podiam ser sem cor; ... dando-lhes uma "alma colorida" muito própria e única...

Para tornar a minha vida num lugar de beleza tenho de a partilhar, pois todos os lugares bonitos tornam-se ainda mais grandiosos e belos quando os mostramos aos outros ...

Para tornar a minha vida num lugar de beleza tenho de dar mais importância ao ser e fazer do que ao ter...


Até já!

terça-feira, 18 de maio de 2010

Parabéns....


Querida Maria João .... muitos PARABÉNS, que te sintas muito amada e querida por tantas e tantas pessoas a quem "tocaste".
Até já!

sábado, 15 de maio de 2010

Visita Papal...

O que fica desta visita Papal ao nosso Portugal?
Não pude estar presente em nenhuma das suas manifestações públicas, mas posso tirar variadíssimas conclusões:
1º) Nós "comemos" tudo o que a comunicação social nos vende com uma pinta do "caraças". Aquele que era um Papa distante e frio converteu-se numa figura mais ternurenta e reveladora de paz... talvez a minha opinião em relação a Bento XVI tenha mudado, porque na realidade nunca procurei descobrir o Pastor desta nossa Igreja. Se é verdade que não fui eu que o escolhi, também é evidente a minha confiança em Deus e nos caminhos que Ele escolhe para nós;
2º) Teimamos em comparar tudo e todos,... as pessoas, os gestos, as expressões faciais e um mais 100 numero de coisas ... não é possível, cada um de nós é único e cada momento irrepetível.
Escutei, numa das muitas reportagens que acompanhei via rádio, que João Paulo II era um Papa Emotivo e que Bento XVI é um Papa intelectual, talvez por isso se dessem tão bem;
3º) Das várias intervenções públicas, destaco a que fez no avião e a do encontro com a Pastoral Social.
Na 1ª soube olhar de "fora para dentro" e mostrar que temos que nos reconhecer, em primeiro lugar, as nós mesmos ... a Igreja tem que se olhar ao espelho, como confirmam as suas expressões: "A maior perseguição da Igreja não vem de inimigos externos mas nasce do pecado da Igreja ... a Igreja tem que reaprender ... a necessidade de justiça...".
No 2º falou de temas algo polémicos, com os quais muitos de nós não concordamos, mas que a Igreja tem que deixar bem demarcada a sua posição, tais como a defesa pela Vida e pela família.
Deixou-me algo tranquila, ao ler nas entrelinhas, uma maior abertura para nunca rejeitar os que não escolhem estes caminhos e que a Igreja os deve acolher com o mesmo Amor que a todos os outros.
Esta é a Igreja em que me revejo, uma Igreja de todos e para todos ... em que se fala uma linguagem universal de Amor e acolhimento imenso, onde podemos ir buscar sementes que nos façam crescer na fé e na alegria de partilhar, com muita generosidade, sorrisos e muita esperança, e onde fazemos as nossas escolhas livre e conscientemente.
Jesus Cristo é o símbolo maior da confiança dos valores Humanos, os quais devemos perceber nas nossas escolhas e converter para a nossa vida.
Uma família com o nome de "Figomaduro", durante este encontro, cantou uma música belíssima, que pode ser reveladora da paz e da esperança de uma Igreja mais responsável, acolhedora e activa neste mundo ... que é nosso.

Até já!

quarta-feira, 12 de maio de 2010

PARABÉNS ... ontem e hoje

Anteontem

Ontem

Hoje


Anteontem, ontem e hoje ... é assim que se sente o contar dos dias da nossa vida, pois tudo passa tão rápido. O ontem rapidamente se torna no hoje e o amanhã não se cansa de fugir, nunca mais o apanhamos. Ainda na noite passada me deitei com "x" e hoje acordei com "x + 1" anos... ainda bem que não é todas as noites que se fazem estas contas.

Dias especiais são feitos por amigos e momentos especiais ... e quando se nasce numa família, igualmente especial, o que se pode esperar mais?

Os aniversários são um pretexto, e dos bons, para falarmos e recordarmos o que de mais especial tem a vida ... AS PESSOAS!

Mais 1 ano já cá canta ... 1 ano de sorrisos ... 1 ano de experiências ... 1 ano de escolhas ... 1 ano de abraços ... 1 ano de amizade ... 1 ano de alegria ... 1 ano de obstáculos ultrapassados... assim é a PRIMAVERA!
PARABÉNS ... o que significa esta palavra? Não sei, mas hoje, para mim e ao recordar o meu nascimento, lembra-me que vim "para" o "bem" ... na entrega mais profunda do melhor que há em mim... objectivo conseguido ou não? ... Todos os anos tento lá chegar, mas ainda tenho muito a fazer, apesar de tão generoso e reconhecido sinal do meu mundo de amigos.

Até já e Bem haja ... pelo ontem e pelo hoje.
(é verdade ... já fui bem pequenina)